UESC começa semestre sem itens básicos para funcionamento

Já se passaram 17 dias desde o início do semestre letivo de 2018 na Universidade Estadual de Santa Cruz (UESC), e é notória a ausência de materiais básicos para funcionamento da instituição. Para se ter ideia não há se quer um banheiro com papel higiênico na universidade. Outros materiais didáticos e de manutenção da instituição, constantemente reivindicados pelo Movimento Docente (MD), continuam pendentes.

Diante desta situação, a ADUSC encaminhou, nesta quinta-feira (23), um documento solicitando esclarecimentos quanto à origem e a iniciativa da administração da UESC para solução dos problemas (confira o documento). Em tempo, foi solicitado à reitoria informações quanto ao repasse do governo para execução orçamentária prevista para a universidade, uma vez que problemas semelhantes atinges outras universidades baianas, como resultado de contingenciamento orçamentário.

Na UESB, por exemplo, até julho, o valor retido pelo governo já representava cerca de 7,4 milhões (saiba mais). Como forma de ampliar a denúncia e esclarecer a população sobre a situação vivida pelas universidades, o Fórum das ADs tem reproduzido em suas mídias um vídeo sobre o tema. Confira aqui

Segundo José Luiz, presidente da ADUSC, a entidade tem se empenhado nessa luta, no entanto o governo mantém o descaso e tem se negado a negociar. “Estamos nos empenhando diante deste cenário difícil, e temos dialogado com o Fórum de Reitores para que também exerça pressão sobre o governo em defesa das UEBA, e contamos também com o envolvimento da categoria nesta luta”, afirma.

2 comentários sobre “UESC começa semestre sem itens básicos para funcionamento”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.