Fórum das ADs promove Semana de Mobilização e indica paralisação

F02

O Fórum das Associações Docentes (ADs), reunido na ultima quinta-feira (18), na ADUSC, deliberou pela realização de uma Semana de Mobilização em defesa das Universidades Públicas e dos direitos trabalhistas. Para enfrentar os ataques impostos pelo governo Rui Costa (PT), panfletagens, aulas publicas, visita à imprensa dentre outras atividades serão realizadas na UESC, UESB, UNEB e UEFS, entre os dias 22 e 26 deste mês. Um dia de paralisação, a ser avaliado pelas assembleias docentes, também está entre as indicações do Fórum, que vai solicitar reunião com o Fórum de Reitores e com o governo para os  próximos dias.

Semana de Mobilização

O clima de indignação entre os docentes e demais categorias de servidores públicos da Bahia é crescente. Obedecendo a agenda do capital em crise, o governo Rui Costa (PT) tem aprofundado a precarização das condições de vida dos trabalhadores para injetar o dinheiro público na manutenção dos lucros empresariais.

Com o apoio da Assembleia Legislativa da Bahia (ALBA), o governo aprovou, ao final de 2015, o chamado “pacote de maldades”, retirando e alterando a licença-prêmio, licença-sabática, estabilidade econômica, concessão de férias, entre outros. A suspensão arbitrária ao pagamento do adicional de insalubridade de 846 professores e a não reposição inflacionária aos servidores baianos representam um grave confisco aos salários desses trabalhadores.

calendário de mobilizaçãoNesse sentido, a semana de mobilização pretende dialogar com a comunidade acadêmica e a sociedade, dar visibilidade à luta docente e exigir do governo uma resposta à pauta de reivindicação 2016. O Movimento Docente (MD) reivindica ampliação do repasse orçamentário do estado às UEBAs para 7% da Receita Líquida de Impostos (RLI), respeito ao direitos trabalhistas e um reajuste salarial de 15,5%. Em assembleia geral da ADUSC, nesta terça-feira (23), a categoria avaliará as propostas de paralisação no dia 7 de abril e ato público em Salvador.

Insalubridade

O Fórum das ADs também deliberou por uma reunião entre os assessores jurídicos das ADs e indicou a criação de um GT sobre insalubridade para unificar as ações e fortalecer a luta pelo reestabelecimento do direito. Os representantes docentes também buscam uma reunião com o Fórum de Reitores para o dia 29 de Fevereiro, para tratar da insalubridade e outros direitos como promoções e licença prêmio. Uma reunião com o Governo será solicitada para o dia 3 de março, na qual será debatida a pauta de reivindicações 2016.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.