Docentes da UESC organizam protesto durante inauguração do Hospital da Costa do Cacau

A inauguração do Hospital da Costa do Cacau acontecerá nesta sexta-feira (15) e contará com a presença do governador baiano, apelidado pelo Movimento Docente (MD) de “Rui Corta”. O governador não faz a reposição inflacionária dos servidores há dois anos, desrespeitando a constituição federal e impondo uma corrosão de 20% nos salários de docentes e demais servidores públicos. Direitos trabalhistas são constantemente descumpridos e desrespeitados e os orçamentos das universidades contingenciados, prejudicando a qualidade do ensino, da pesquisa e da extensão.

Com a pauta de reivindicação protocolada desde dezembro de 2016, e após meses de tentativa de diálogo, o MD não tem dúvida do descaso do governo Rui Corta com as Universidades Estaduais Baianas. Em resposta, a Associação de docentes da UESC (ADUSC) está convocando a categoria a participar do protesto, nesta sexta-feira (15), com concentração a partir das 14h na UESC de onde partirão juntos às 15h para o Hospital Costa do Cacau, que fica no Banco da Vitória, na rodovia Ilhéus-Itabuna. A ADUSC disponibilizará o transporte  para o deslocamento dos docentes

Imagem: Clodoaldo Ribeiro
Imagem: Clodoaldo Ribeiro

.

Segundo o presidente da ADUSC, José Luiz de França, os docentes vão exigir do governo que abra a negociação com a categoria e estabeleça o diálogo com a entidade de classe. “Nós, professores da UESC, UESB, UNEB e UEFS estamos com indicativo de greve aprovado, e se preciso vamos dar início a uma resistência paredista”, afirma França.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.