Servidores públicos da Bahia protestam por reajuste linear e contra o PLP 257/16

 

imp-ult-522979708Centenas de servidores públicos participaram uma manifestação em Salvador (BA) na última quarta-feira, para cobrar do governo do estado o reajuste linear para o funcionalismo público e contra o Projeto de Lei Complementar – PLP 257/2016. O ato aconteceu em frente à sede do governo baiano e contou com a presença de representante do Fórum das ADs, que reúne as seções sindicais dos docentes das quatro universidades estaduais da Bahia – Uneb, Uefs, Uesc, Uesb.

O protesto foi parte integrante de uma intensa agenda de luta, do conjunto dos servidores públicos da Bahia, prevista para este mês de maio, contra os ataques e desrespeito do governo do estado ao funcionalismo e serviço públicos. Durante a manifestação, as falas dos representantes de inúmeros sindicatos de servidores demonstravam a forte insatisfação com a política salarial do governo estadual e faziam o chamamento para a união da categoria e a intensificação das ações de mobilização. Os servidores públicos exigem o pagamento do reajuste linear de 10,67%, que corresponde à recomposição das perdas inflacionárias do ano de 2015.

Durante o protesto, os representantes do Fórum das ADs fizeram duras críticas ao governo e conclamaram os servidores públicos de todo o estado para a construção de uma greve geral. Os docentes relembraram os constantes ataques do governo aos servidores, a exemplo do pacote de maldades de dezembro do ano passado; ressaltaram ainda que o governo da Bahia foi um dos primeiros a apoiar o Projeto de Lei (PLP) 257/16, de autoria do governo federal, que propõe cortes de direitos trabalhistas e o desmonte dos serviços públicos municipais, estaduais e federal. Além disso, destacaram que o governo se nega a pagar o reajuste linear, o que tem impacto direto para quase 270 mil trabalhadores em todo o estado.

Paralisação dia 24
Na luta contra os desmandos do governo baiano e em defesa dos direitos da categoria, o Fórum das ADs indicou às seções sindicais dos docentes da Uneb, Uefs, Uesb e Uesc a paralisação geral de um dia, a ser realizada em 24 de maio. O protesto fará parte da Semana de Luta Unificada das Instituições Estaduais e Municipais de Ensino Superior (Iees/Imes), organizada pelo Setor das Iees/Imes do ANDES-SN. No mesmo dia, o Sindicato dos Servidores da Fazenda do Estado da Bahia também já anunciou a paralisação da categoria. O Fórum das ADs convocou os demais sindicatos a levarem a proposta de paralisação geral às suas respectivas plenárias para somarem forças nesse dia de luta.

A próxima plenária dos servidores públicos para planejar a continuidade e intensificação das reivindicações acontecerá no dia 17 de maio, às 14h, na sede da Associação dos Funcionários Públicos do Estado da Bahia (Afpeb).

*Com edição do ANDES-SN

 

Fonte: Aduneb SSind

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.