Adélia apresenta proposta de ampliação ao subsídio no Restaurante Universitário

Os estudantes e a administração da UESC deram início, na tarde desta segunda-feira (10),  às negociações sobre os serviços prestados no Restaurante Universitário (RU). Na oportunidade a reitora Adélia Pinheiro ofereceu aos estudantes um acréscimo de apenas 50 refeições subsidiadas, aos ínfimos 450 já existentes. A comissão estudantil criticou a proposta, lembrando que o baixo número de refeições subsidiadas obrigam muitos estudantes a saírem da aula mais cedo para garantir a ficha de subsídio e que apenas 50 pratos não resolveria o problema. Uma nova reunião ficou agendada para a próxima segunda-feira (17).

Os estudantes reivindicam o funcionamento do RU nos três turnos, a redução do valor sem subsídio, que atualmente custa R$ 7,00, e a ampliação do subsídio para 20% dos estudantes matriculados, equivalente ao da UEFS, cujo corpo estudantil se aproxima ao da UESC.  Segundo eles, Adélia informou que com o orçamento destinado pelo governo Wagner para a UESC, era praticamente impossível atingir este patamar. A reitora destacou ainda, a falta de repasse da verba referente à adesão da UESC ao SISU por arte do governo Dilma, informando que estaria em Brasília nesta quarta-feira (12), para reforçar a cobrança.

Davidson Brito - Ato no dia 25 de Fevereiro
Davidson Brito – Ato no dia 25 de Fevereiro

Para Davidson Brito, Coordenador Estadual da ANEL e membro do Coletivo Retomada, que também compõe a comissão, a reunião foi positiva e demonstrou importância de mobilizações como realizada pelos estudantes no dia 25 de Fevereiro, ultimo. “Além de garantirmos a abertura das negociações com a reitoria, a professora Adélia trouxe uma proposta, ainda que ruim, mas concreta! Geralmente ela só enrola!”, afirmou Davidson.

Ao final da reunião, ficou encaminhada a reativação da comissão universitária, composta por representantes estudantis, dos servidores técnicos e dos docentes, para avaliar os serviços prestados pelo RU, além da data para a próxima reunião. Agora a comissão de estudantes aguarda a convocação de Assembleia Estudantil por parte do DCE para definir de forma democrática quais encaminhamentos devem apresentar na próxima rodada de negociação, a ser realizada na próxima segunda-feira (17).

One thought on “Adélia apresenta proposta de ampliação ao subsídio no Restaurante Universitário”

  1. Podiam adicionar também a pauta, a posição dos alunos de pós-graduação da Uesc, Mestrado e Doutorados, NÃO SÃO ACEITOS como ESTUDANTES no R.U. São obrigados a pagar o valor normal da refeição, deixando de ser ESTUDANTES da instituição, mas não é bem assim, aluno de PÓS paga aluguel, banner, viagens, e tudo mais assim como estudardes de graduação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.